GR 28 - Por Montes e Vales


GR - Grande Rota

O GR28 “Por Montes e Vales de Arouca” é um percurso pedestre de grande rota que envolve o vale de Arouca, a serra da Freita, os vales do Paivó e do Paiva, o Museu das Trilobites Gigantes - Centro de Interpretação Geológica de Canelas e o santuário da Sr.ª da Mó.

O seu itinerário, com cerca de 90 quilómetros, percorre um território de rara beleza, ligando geossítios, aldeias de montanha, vales e cumeadas de onde se desfrutam extraordinárias paisagens.

O percurso tem início em Arouca, nas imediações do Museu Municipal, encaminhando-se daqui para S. Salvador do Burgo e, de seguida, para St. ª Maria do Monte onde liga com o PR4 – “Cercanias da Freita”.

Após a passagem nesta belíssima aldeia, sobe para a Portelada, onde percorre caminhos comuns com o PR2 – “Caminhos do Vale do Urtigosa” até Souto Redondo e Póvoa Reguenga.

Da Póvoa segue para o Merujal, inicialmente, pelo ancestral caminho da Sr.ª da Laje e depois, por um caminho florestal. Atravessada a estrada municipal, entra no Merujal onde liga com a antiga via romana de Mérida a Braga, por Valongo, e o PR15 – “Viagem à Pré-história”, que acompanha ao longo de vários troços.

Chegado ao parque de campismo, entronca com o PR7 – “Nas Escarpas da Mizarela”, com o PR16 - "S. Pedro Velho" e com a Rota dos Geossítios ("G3 - S. Pedro Velho").

Daqui segue para Albergaria da Serra, por caminhos comuns aos PR15 e 16. Por este último percurso, os dois apenas se cruzam num pequeno troço após a ponte do ribeiro do Merujal.

Após deixar o bonito largo do coreto de Albergaria, passa pelo cemitério e após este, deixa o PR15 seguindo, à direita, pela já referida via Romana, voltando a encontrar o PR15 na Portela da Anta.

Daqui sobe ao Vidoeiro, passa pela casa abrigo e desce, de seguida, para Tebilhão onde percorre o PR6 – “Caminho do Carteiro” até Cabreiros.

Segue-se o Candal, aldeia do vizinho concelho de S. Pedro do Sul, passando junto à igreja matriz. Toma-se aqui um caminho que desce para Covêlo de Paivó. Nesta aldeia, liga com o PR13 – “Na Senda do Paivó” e este com o PR14 – “A Aldeia Mágica”.

Sobe-se agora para as antigas minas do Muro, dirigindo- se de seguida para Silveiras e depois para Cortegaça, aldeia já abandonada.

Atingido o estradão da cumeada, inicia-se a descida para Meitriz e vale do Paiva, onde atravessa na ponte para o lugar de Além-do-Barco. Aqui inicia-se a subida para Vilar de Servos e Alvarenga. Depois de passar por Lourido, atravessa o rio Paiva na ponte suspensa que liga ao Passadiço.

Percorridos cerca de 300 m, sobe para Canelas e daqui para o Museu das Trilobites Gigantes - Centro de Interpretação Geológica de Canelas. Daqui sobe ao Gamarão de Cima, rumando de seguida para a Sr.ª da Mó, onde se inicia a descida para Arouca, local onde termina o percurso.

Ficha técnica:

Âmbito: desportivo, cultural, ambiental e paisagístico.

Nível de Dificuldade: Médio

Desníveis: Moderadamente acentuados

Época Aconselhada: todo o ano

  • Ponto de partida: Museu Municipal de Arouca
  • Ponto de chegada: Museu Municipal de Arouca
  • Distância: 90,00 km
  • Grau dificuldade: Médio
  • Duração: 96,00 h